Seminário Nacional pela Alfabetização

Brasília sedia, nos dias 19 e 20 de setembro de 2023, o Seminário Nacional pela Alfabetização 2023, um dos maiores eventos sobre o processo para alfabetizar crianças do país. Nele estarão presentes autoridades em educação e representantes de organizações civis, estados e municípios. Com o apoio do Consed (Conselho Nacional dos Secretários Estaduais de Educação), da ABC (Associação Bem Comum), do Instituto Natura, da Fundação Lemann, o evento pretende mostrar como as parcerias com estados e municípios produzem resultados eficientes na alfabetização de crianças.

O evento promoverá debates e trocas de conhecimentos entre especialistas, líderes educacionais e profissionais engajados na área da educação. A expectativa é de direcionamento para a criação de estratégias com a diversidade de visões e expertise dos participantes, estratégias eficazes para o desenvolvimento de políticas educacionais de qualidade.

Ação Coletiva

O coordenador Estadual do Pacto pela Aprendizagem do Espírito Santo (Paes), Saulo Andreon, destacou a importância de promover discussões como as que estarão presentes neste Seminário. Segundo ele, este é o ambiente ideal para lançar “luz sobre experiências de colaboração educacional, envolvendo Estados e municípios”.

“Recentes dados divulgados pelo MEC apontam que 64,2% das crianças de 8 anos não estão plenamente alfabetizadas. Reverter esses indicadores exige um compromisso de todos os atores públicos e privados na articulação de ações que afetem de forma intencional e significativa as salas de aulas para que se consolidem de fato como espaços de promoção da aprendizagem com proficiência”, ressaltou.

Andreon reiterou a necessidade de valorizar o material didático contextualizado e reconhecimento de boas práticas, ações desenvolvidas em parceria entre Estados e municípios.

“Esse seminário acontece num momento muito especial, num momento em que o MEC assume, de forma estratégica, um protagonismo decisivo na consolidação do regime de colaboração, liderando a política nacional de alfabetização. União Estados e municípios e sociedade civil ladeados num grande compromisso pela garantia da aprendizagem de nossas crianças brasileiras. Isso revigora e fortalece as redes de ensino.”

A experiência mostra que o processo de alfabetização produz mais resultados quando há um trabalho em equipe. Em Goiás, por exemplo, a professora Giselle Faria destaca que a “alfabetização tem de ser vista como uma política pública e que todos têm um papel a desempenhar”.

Giselle Faria destaca a atuação dos políticos, dos gestores, dos professores e dos funcionários que estão nas escolas. Também ressalta que a experiência mostra que o Programa Alfa Mais é uma parceria entre Estado e município, destacando os papéis de cada ator. “O governo precisa produzir bons materiais e os professores precisam estar motivados”, disse.

“A troca de experiências em uma rede colaborativa dá a sensação de pertencimento, de que é possível vencer o desafio do analfabetismo. É preciso acreditar no futuro das crianças brasileiras para que elas não percam oportunidades e sigam rumo ao sucesso.”

O coordenador estadual do Programa de Alfabetização na Idade Certa do Piauí, Cleverson Moreira Lino, reiterou que a educação como um todo, para ser aperfeiçoada, exige uma ação conjunta da União, dos Estados e dos municípios e demais atores, como sociedade civil organizada e família.

Para Cleverson Lino, o Seminário será essencial para buscar a consolidação dessas ações. “Precisamos redirecionar ações e reordenar atitudes e trazer inovações. As políticas de alfabetização têm de ser colocadas como prioridade”, disse ele, ressaltando que se a alfabetização ocorrer na idade certa, a “sequência” do estudante é natural.

Com a experiência de quem está na linha de frente da alfabetização, Cleverton Lino é taxativo: “Se a gente conseguir juntar esforços no mesmo sentido, todos vamos conseguir que as crianças consigam sucesso na vida acadêmica e para garantir um futuro melhor para o país”.

Debates

O Seminário Nacional pela Alfabetização 2023 vai reunir desde educadores renomados internacionalmente a especialistas em políticas públicas, professores (as), alfabetizadores (as), prefeitos (as), membros das Secretarias Municipais e Estaduais, governadores e ministros.

A lista de palestrantes reúne Manuel Palácios, presidente do INEP (Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira); Chico Soares, professor emérito UFMG (Universidade Federal de Minas Gerais) e ex-presidente do Inep, e Bernardo Toro, filósofo e educador colombiano, assim como Bárbara Carine, escritora, professora e sócia-fundadora da primeira escola Afro-brasileira do país; Luciana Alves pedagoga, pró-reitora adjunta de Assuntos Estudantis e Políticas Afirmativas na Unifesp (Universidade Federal de São Paulo) e consultora em Educação para as Relações Étnico-Raciais e ainda Hilda Linhares, professora da UFJF (Universidade Federal de Juiz de Fora) e especialista em linguagem e alfabetização do CAED/UFJF.

Participarão os secretários Marcius Beltrão (AL), Sandra Casimiro (AP), Fátima Gavioli (GO), Alan Porto (MT), Hélio Daher (MS), Rossieli Soares (PA), Roberto Souza (PB), Roni Miranda (PR) e Renato Feder (SP). Também está confirmada a presença de Vitor de Ângelo, presidente do Conselho Nacional de Secretários de Educação e secretário de Educação do Espírito Santo.

Em debate, a construção de uma agenda nacional para a alfabetização, a importância da mobilização social em prol desse compromisso coletivo e o papel crucial tanto do Poder Executivo, como do público envolvido no evento, na concretização desse objetivo. A discussão passa ainda pela formação de professores e pelo desenvolvimento de materiais didáticos e currículo, por exemplo.  

Para participar

A participação como público envolvido no evento presencial é para convidados e virtualmente estará aberta a todos os interessados mediante inscrição prévia, que será realizada pelo site www.seminarioalfabetizacao.abc.br.

Contatos para a Imprensa 

  • Myrian Pereira: 61 98282-0163

E-mail:  myrian@pensatacom.com

  • Renata Giraldi: 61 99988-8099

E-mail: giraldirenata@gmail.com 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Um pacto pela alfabetização

Não é exagero dizer que precisamos de uma revolução na educação brasileira. Mas, da mesma forma, também podemos afirmar que essa revolução já está em curso. O líder sul-africano Nelson…

Fale conosco

comunicacao@abemcomum.org
Avenida Washington Soares, 55 - Sala 707
Torre Empresarial Iguatemi Edson Queiroz
Fortaleza - CE
Cep: 60.811-341

a ABC

Programas

Conteúdos

Todos os direitos são reservados a Associação Bem Comum

Desenvolvido por http://www.idesignce.tech/
plugins premium WordPress Pular para o conteúdo