ABC participa de reunião do Consed para debater ICMS da Educação

Nos dias 11 e 12 de julho, representantes da Associação Bem Comum (ABC) participaram da reunião ordinária do Conselho Nacional de Secretário de Educação (Consed), que aconteceu em Vitória (ES). Estiveram presentes o diretor executivo, Veveu Arruda, a diretora da Parceria pela Alfabetização em Regime de Colaboração (Parc), Conceição Ávila, e a assessora de direção da Parc, Débora Viégas. O momento também contou com a presença de Daniela Caldeirinha, da Fundação Lemann, e Márcia Ferri e Maria Slemenson, do Instituto Natura.

Estiveram na pauta da reunião, os impactos da alteração legislativa na arrecadação do ICMS em relação aos recursos da Educação e a continuidade das políticas estaduais de alfabetização em regime de colaboração com os municípios.

Na segunda-feira (11), às 10h30, Veveu Arruda realizou uma apresentação sobre a importância do ICMS como estratégia para sustentabilidade de políticas educacionais, ressaltando que “a alteração legislativa não é meramente uma reforma tributária, mas constitui uma reforma educacional, com estratégias de gestão e pedagógicas implementadas orgânica e sistemicamente. À medida que se entende esta lógica e importância, a prioridade da educação se expressa pela priorização também de recursos”, detalhou.

Ele reforçou ainda que o Regime de Colaboração funciona quando construído em uma perspectiva republicana, democrática e universal. “A nova Emenda Constitucional se baseou em uma experiência de política educacional do Estado do Ceará e outros estados que iniciaram o processo de implementação. O ICMS compõe o desenho desta política que configura a implementação do Regime de Colaboração. Devemos ter e jamais deixar de lado o foco nas nossas crianças”, conclui.

Também foram discutidos, os desafios no enfrentamento da violência e das relações socioemocionais nas escolas, a Educação Profissional no contexto da implementação do Novo Ensino Médio e o programa Educação Conectada.

Segundo dia de reunião

Na manhã de terça-feira (12), os estados discutiram evidências e possibilidades para continuidade das políticas estaduais de alfabetização em regime de colaboração com os municípios em decorrência do processo eleitoral.

Estiveram presentes, secretárias e secretários da Educação de 16 estados, sendo oito deles parceiros da Parc. Os gestores públicos debateram estratégias para garantir a continuidade das ações dos programas para 2023 e se comprometeram a construir um conjunto de alternativas imediatas para atingir este objetivo.

Com informações da Assessoria de Comunicação do Consed.

Compartilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on print

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Veja também

Fale conosco

contato@site.abemcomum.org

Avenida Washington Soares, 55 – Sala 707 
Torre Empresarial Iguatemi
Edson Queiroz  | Fortaleza – CE
Cep: 60.811-341

Todos os direitos são reservados a Associação Bem Comum

Desenvolvido por http://www.idesignce.tech/